Pesquisa

Pesquisa personalizada

domingo, 15 de outubro de 2017

Angina do Peito

anginaÉ uma dor intensa no peito, provocada por uma pressão circular em torno do coração, reduzindo seu diâmetro.

A dor geralmente afeta o braço esquerdo, provocando seu amortecimento e paralisia temporária. Isso ocorre pela suspensão ou baixa irrigação sanguínea no miocárdio, pouco oxigênio no músculo cardíaco. É preciso frisar que se o paciente tiver vícios como o tabagismo e o alcoolismo, os sintomas podem piorar

O tratamento pode incluir nitratos, betabloqueadores, bloqueadores dos canais de cálcio, intervenção coronariana percutânea ou cirurgia de revascularização do miocárdio.

Labirintite

labirintiteProcesso inflamatório que compromete o equilíbrio e a audição, pois afeta o labirinto que é a estrutura interna do ouvido composta pela cóclea (audição) e pelo vestíbulo (equilíbrio) causando tonturas.

A tontura pode vir de outras doenças como diabete, hipertensão, uso de antibióticos e anti-inflamatórios que podem alterar as funções do ouvido, também excesso de doces, cafeína, cigarro, álcool, drogas, stress e problemas psicológicos.

Os principais sintomas são: náusea, vomito, desiquilíbrio, zumbidos e audição diminuída, sensação de que o ambiente gira ao redor do corpo e também de pisar no vazio. Os sintomas podem durar minutos, horas e dias.

O tratamento é feito por algumas medidas como fracionar a alimentação comendo a cada três horas, não abusar de massas, embutidos, carne vermelha, chocolate, gorduras em geral, evite chá, café, refrigerante com cafeína, cigarro, álcool e tome medicamentos somente sob orientação medica.

domingo, 28 de maio de 2017

HTLV

HTLVÉ um retrovírus, da mesma família do HIV.

É transmitido por transfusão de sangue, uso de seringas compartilhadas, amamentação e relação sexual sem proteção.

As pessoas podem conviver com o vírus e não ter nenhum tipo de sintoma, em outros casos o paciente pode apresentar alguns tipos de câncer nas células do sangue e alterações neurológicas.

Existem testes para diagnosticar o vírus, mas ainda não há tratamento direcionado.

Eczema de Mãos

eczema de mãosÉ uma ação inflamatória que ocorre na pele, devido o contato com um agente irritativo,  que pode ser:

Agudo: a substancia causadora tem concentração alta e a resposta é imediata ao contato, por exemplo queimaduras químicas causadas por ácidos, provocam a morte imediata das células.

Crônico: a pele é exposta com frequência ao uso de substancias irritativas de baixa concentração, provocando danos leves que vão se acumulando, sem um intervalo de tempo para se recuperar, por exemplo o uso de sabões e detergentes pelas donas de casa.

Pacientes com histórico de alergias, são mais suscetíveis ao eczema crônico os sintomas são:  vermelhidão, inchaço, descamação, rachaduras na pele, coceira, ardência, dor e pinicação.

O tratamento varia de acordo com cada caso, mas deve ser passado pelo médico dermatologista.
Geralmente são indicados medicamentos locais e de uso oral, para diminuir a inflamação e aliviar os sintomas.  Evite o contato com as substancias que provocam a irritação, use cremes com pH 5.5 que é próximo ao da pele para auxiliar na recuperação

domingo, 9 de abril de 2017

Ancilose

AnciloseÉ a fusão dos ossos, encurtamento do tecido fibroso.

O sintoma é a diminuição ou impossibilidade de movimentos nas articulações.

O diagnóstico é feito com o histórico do paciente e por exames através de imagens.

O tratamento geralmente é cirúrgico.

Amígdalite

AmígdaliteÉ a inflamação das amígdalas, provocada pela ação de micróbios e bactérias que infestam o ar e penetram pela garganta.

O sintoma é a dor de garganta que pode ser leve ou aguda. No caso de aguda ocorre febre e inchaço local, dificultando ou impossibilitando a tarefa de engolir alimentos líquidos e sólidos, mau hálito, dor de cabeça. Em alguns casos, até a respiração se torna difícil.

O tratamento é feito com anti-inflamatórios, antibiótico, em alguns casos é necessária cirurgia para retirada das amígdalas.

segunda-feira, 13 de março de 2017

Albuminúria

É a presença da albumina na urina. A albumina é uma  proteína sintetizada pelo fígado e que se encontra no plasma sanguíneo.

A albumina pode aparecer na urina por inflamação dos rins,  congestão mecânica dos rins, pressão aumentada das veias renais por doenças do coração ou por gravidez, hipertensão, problemas cardíacos, diabetes, envenenamento por alimentação tóxica e desordenada e outros.

Sintomas

  • dores na zona dos rins
  • dor de cabeça
  • escalafrios
  • escassez de urina com muita vontade de urinar
  • febre
  • hemoragia nasal
  • inchaço no rosto
  • urina de cor avermelhada ou castanha, espessa e turva
  • vômitos
Tratamento

Depende da causa da doença, medicamentos podem ser o suficiente, mas em alguns casos é necessário repor a proteína no organismo. 

Durante o tratamento é necessário controlar a pressão arterial, pois ela pode ser alterada e prejudicar os rins.