Pesquisa

Pesquisa personalizada

segunda-feira, 13 de março de 2017

Albuminúria

É a presença da albumina na urina. A albumina é uma  proteína sintetizada pelo fígado e que se encontra no plasma sanguíneo.

A albumina pode aparecer na urina por inflamação dos rins,  congestão mecânica dos rins, pressão aumentada das veias renais por doenças do coração ou por gravidez, hipertensão, problemas cardíacos, diabetes, envenenamento por alimentação tóxica e desordenada e outros.

Sintomas

  • dores na zona dos rins
  • dor de cabeça
  • escalafrios
  • escassez de urina com muita vontade de urinar
  • febre
  • hemoragia nasal
  • inchaço no rosto
  • urina de cor avermelhada ou castanha, espessa e turva
  • vômitos
Tratamento

Depende da causa da doença, medicamentos podem ser o suficiente, mas em alguns casos é necessário repor a proteína no organismo. 

Durante o tratamento é necessário controlar a pressão arterial, pois ela pode ser alterada e prejudicar os rins.

Afta

aftasProcesso inflamatório, concentrado em pequenos pontos (lesões), que se desenvolve na mucosa bucal, rompendo o tecido.Seu aspecto é de uma erupção com forma circular, de cor branco-acinzentado ou amarela com uma borda vermelha.

Ela pode surgir em pessoas com baixa imunidade,  ela causada por uma doença especifica como aids, câncer, diabetes, anemia ou por uso de medicamentos como antibióticos e corticosteroides. Existem ainda outros fatores que podem causar aftas como alergias a alimentos. deficiência de ferro, vitamina B12 e ácido fólico, estresse emocional, mudanças hormonais e o período menstrual nas mulheres, refluxo gastroesofágico,poucas horas de sono, bactéria que causa
ulcera gástrica (Helicobacter pylori), cigarro,  próteses bucais e ainda aftas podem ser hereditárias.

Os principais sintomas são:dor, vermelhidão,  perda do paladar, ressecamento dos cantos da boca, febre, indisposição. Em casos mais  graves as aftas podem se espalhar pelo esôfago causando dificuldade para engolir e sensação de algo preso na garganta.

Os tratamentos tem como objetivo cicatrizar a lesão, os medicamentos mais usados são Amlexanox (Aphthasol® ou Aftaid®),  Acetonido de triancinolona (OMCILON- A ®), são pomadas para aliviar a dor, com anti-inflamatório.



domingo, 5 de fevereiro de 2017

Afonia

afonia
É a perda parcial ou total da voz por efeito de lesão no aparelho vocal, devido alterações na laringe. 


Causas:

  • Cantar com técnicas inadequadas;
  • Doenças do aparato respiratório, gripes, resfriados;
  • Doenças como a sífilis e a gota podem atacar as pequenas articulações nas quais estão inseridas as extremidades das cordas vocais.
  • Falar alto demais;
  • Inalar fumaças de fumos e cigarros ou outros gases irritantes;
  • Ingerir produtos tóxicos ou irritantes;
  • Lesão ou rigidez nas cordas vocais  como inflamação, feridas, cicatrizes, tumores;
  • Mau uso da respiração (por exemplo, respirar pela boca durante a noite);
  • Profissão que utiliza a voz como os professores, atores, apresentadores de TV, cantores, locutores e os políticos;
  • Questões emocionais e nervosas;
  • Temperaturas extremas por exemplo ingerir bebidas muito geladas ou muito quentes;
  • Tosse ou pigarro preso na garganta;


Sintomas:

  • Afasia;
  • Aspereza na voz.
  • Cócegas na garganta;
  • Confusão;
  • Perda da fala;


Tratamento 

  • Beber bastante líquido em temperatura ambiente para a garganta não sofrer choque térmico e ficar hidratada;
  • Caso tenha dor na garganta evite comer alimentos muito duros.
  • Evite falar alto ou gritando;
  • Evite falar e sussurrar pois forçará ainda mais suas cordas vocais, agravando ainda mais o problema;
  • Evite suco de frutas e vegetais, pois contribui na eliminação do excesso de muco;
  • Faça gargarejos com vinagre de maçã ou com água que contenha uma concentração significativa de sais dissolvidos;
  • Não fume e evite ficar próximo de fumantes;
  • Respire somente pelo nariz para evitar que a boca seque.
  • Tome chás de preferência de mel e limão;
  • Use analgésicos para aliviar a dor;


Procure um médico, para que este o examine e determine a origem e lhe ofereça o tratamento mais eficaz para que sua voz volte à normalidade. O problema varia de acordo com o quadro de afonia, podendo ser um tratamento feito por um simples repouso, ou tendo que ter ajuda de um especialista se a afonia já estiver num estágio avançado pode-se se ainda ser necessário uma cirurgia.



Adiposidade

Adiposidade
É o acúmulo de gordura no tronco e membros, tanto nos braços quanto nas pernas.


Além de ser um problema estético, dificulta capacidade motora, causa distúrbios do sono, dor e transtornos psicossociais.

Dentre as principais formas de tratamento estão:

  • Lipoaspiração;
  • Reeducação alimentar e exercícios prolongados regulares sendo acompanhado por profissionais de saúde como nutricionista, educador físico, psicólogo, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional e médicos.


segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Tricomoníase

É um tipo de DST (Doença Sexualmente Transmissível).

Na mulher causa corrimento amarelo, fétido e pode causar irritação urinária. Se não tratada é fator de risco para infertilidade e câncer do colo do útero. Nas grávidas a infecção está associada a parto prematuro.

No homem passa despercebido assim ele pode contaminar e ser contaminado.

O tratamento é feito com antibióticos. Evite relações sexuais durante uma semana e o(a) parceiro(a) também deve ser tratado(a), mesmo que esteja assintomático(a) para evitar a reinfecção. Cerca de 70% dos parceiros de um paciente infectado também estão infectados pelo parasito.

Sarcopenia

sarcopenia

É o envelhecimento muscular, compromete a mobilidade de ate 40% das pessoas a partir dos 60 anos.

Essa doença ocorre porque com o avanço da idade torna-se mais difícil a absorção de proteínas e a síntese muscular, reduzindo a massa magra refletindo na redução da força e na função motora.

Para prevenir e corrigir o problema devemos evitar o sedentarismo, ter uma alimentação rica em proteínas e fazer a reposição de vitamina D.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Alergia a animais domésticos

crianças e animaisA alergia é causada pelos microscópicos fragmentos de pele que desprendem do animal e não por pelos ou penas.

Sintomas: podem surgir após o contato com o animal ou demorar várias horas.

  • Coceira nos olhos, nariz e garganta
  • Congestão Nasal
  • Coriza
  • Espirros
  • Falta de Ar
  • Tosse
  • Urticária


O risco é maior para as pessoas que possuem antecedentes de alérgicos na família. Mas hoje estudos comprovam que se as pessoas viverem a infância juntamente com os animais a probabilidade de alergia diminui.

Diagnóstico: Teste de Sensibilidade Cutânea, neste teste pequenas quantidades de extratos alérgenos são aplicados na pele, geralmente no antebraço. Após 15 minutos o médico examina o local da aplicação. Se ainda existir dúvida o médico poderá solicitar exames laboratoriais.

Tratamento: Evitar o contato com os animais. Se a reação alérgica tiver instalada será receitado anti-histamínicos, descongestionantes. Para pessoas com asma serão receitados corticosteroides,  broncodilatadores inaláveis e ainda Imunoterapia.

A Imunoterapia é a aplicação  de injeções contendo extratos dos alérgenos mais comuns presentes na pele dos animais domésticos. Estas injeções devem ser aplicadas  a cada duas ou quatro semanas, e o tratamento completo pode levar até 2 ou 3 anos.