Pesquisa

Pesquisa personalizada

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Afonia

afonia
É a perda parcial ou total da voz por efeito de lesão no aparelho vocal, devido alterações na laringe. 


Causas:

  • Cantar com técnicas inadequadas;
  • Doenças do aparato respiratório, gripes, resfriados;
  • Doenças como a sífilis e a gota podem atacar as pequenas articulações nas quais estão inseridas as extremidades das cordas vocais.
  • Falar alto demais;
  • Inalar fumaças de fumos e cigarros ou outros gases irritantes;
  • Ingerir produtos tóxicos ou irritantes;
  • Lesão ou rigidez nas cordas vocais  como inflamação, feridas, cicatrizes, tumores;
  • Mau uso da respiração (por exemplo, respirar pela boca durante a noite);
  • Profissão que utiliza a voz como os professores, atores, apresentadores de TV, cantores, locutores e os políticos;
  • Questões emocionais e nervosas;
  • Temperaturas extremas por exemplo ingerir bebidas muito geladas ou muito quentes;
  • Tosse ou pigarro preso na garganta;


Sintomas:

  • Afasia;
  • Aspereza na voz.
  • Cócegas na garganta;
  • Confusão;
  • Perda da fala;


Tratamento 

  • Beber bastante líquido em temperatura ambiente para a garganta não sofrer choque térmico e ficar hidratada;
  • Caso tenha dor na garganta evite comer alimentos muito duros.
  • Evite falar alto ou gritando;
  • Evite falar e sussurrar pois forçará ainda mais suas cordas vocais, agravando ainda mais o problema;
  • Evite suco de frutas e vegetais, pois contribui na eliminação do excesso de muco;
  • Faça gargarejos com vinagre de maçã ou com água que contenha uma concentração significativa de sais dissolvidos;
  • Não fume e evite ficar próximo de fumantes;
  • Respire somente pelo nariz para evitar que a boca seque.
  • Tome chás de preferência de mel e limão;
  • Use analgésicos para aliviar a dor;


Procure um médico, para que este o examine e determine a origem e lhe ofereça o tratamento mais eficaz para que sua voz volte à normalidade. O problema varia de acordo com o quadro de afonia, podendo ser um tratamento feito por um simples repouso, ou tendo que ter ajuda de um especialista se a afonia já estiver num estágio avançado pode-se se ainda ser necessário uma cirurgia.



Adiposidade

Adiposidade
É o acúmulo de gordura no tronco e membros, tanto nos braços quanto nas pernas.


Além de ser um problema estético, dificulta capacidade motora, causa distúrbios do sono, dor e transtornos psicossociais.

Dentre as principais formas de tratamento estão:

  • Lipoaspiração;
  • Reeducação alimentar e exercícios prolongados regulares sendo acompanhado por profissionais de saúde como nutricionista, educador físico, psicólogo, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional e médicos.


segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Tricomoníase

É um tipo de DST (Doença Sexualmente Transmissível).

Na mulher causa corrimento amarelo, fétido e pode causar irritação urinária. Se não tratada é fator de risco para infertilidade e câncer do colo do útero. Nas grávidas a infecção está associada a parto prematuro.

No homem passa despercebido assim ele pode contaminar e ser contaminado.

O tratamento é feito com antibióticos. Evite relações sexuais durante uma semana e o(a) parceiro(a) também deve ser tratado(a), mesmo que esteja assintomático(a) para evitar a reinfecção. Cerca de 70% dos parceiros de um paciente infectado também estão infectados pelo parasito.

Sarcopenia

sarcopenia

É o envelhecimento muscular, compromete a mobilidade de ate 40% das pessoas a partir dos 60 anos.

Essa doença ocorre porque com o avanço da idade torna-se mais difícil a absorção de proteínas e a síntese muscular, reduzindo a massa magra refletindo na redução da força e na função motora.

Para prevenir e corrigir o problema devemos evitar o sedentarismo, ter uma alimentação rica em proteínas e fazer a reposição de vitamina D.

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Alergia a animais domésticos

crianças e animaisA alergia é causada pelos microscópicos fragmentos de pele que desprendem do animal e não por pelos ou penas.

Sintomas: podem surgir após o contato com o animal ou demorar várias horas.

  • Coceira nos olhos, nariz e garganta
  • Congestão Nasal
  • Coriza
  • Espirros
  • Falta de Ar
  • Tosse
  • Urticária


O risco é maior para as pessoas que possuem antecedentes de alérgicos na família. Mas hoje estudos comprovam que se as pessoas viverem a infância juntamente com os animais a probabilidade de alergia diminui.

Diagnóstico: Teste de Sensibilidade Cutânea, neste teste pequenas quantidades de extratos alérgenos são aplicados na pele, geralmente no antebraço. Após 15 minutos o médico examina o local da aplicação. Se ainda existir dúvida o médico poderá solicitar exames laboratoriais.

Tratamento: Evitar o contato com os animais. Se a reação alérgica tiver instalada será receitado anti-histamínicos, descongestionantes. Para pessoas com asma serão receitados corticosteroides,  broncodilatadores inaláveis e ainda Imunoterapia.

A Imunoterapia é a aplicação  de injeções contendo extratos dos alérgenos mais comuns presentes na pele dos animais domésticos. Estas injeções devem ser aplicadas  a cada duas ou quatro semanas, e o tratamento completo pode levar até 2 ou 3 anos. 


domingo, 18 de setembro de 2016

Síndrome do Túnel do Carpo

Síndrome do Túnel do Carpo
Doença que pode atingir homens e mulheres. A doença se caracteriza por dormência nas mãos que pode se irradiar por todo o braço, isto é da ponta dos dedos até o pescoço. Isso ocorre devido à compressão do nervo mediano.

Sintomas: formigamento nos dedos das mãos principalmente na parte da noite ou durante a realização de atividades com as mãos fechadas, cansaço e fadiga de todo o braço, inclusive deixando cair objetos sem sentir.

Doenças que podem estar associadas a esta síndrome: artrite reumatoide, doenças endócrinas, diabetes, gota e outras.

Diagnostico: histórico, exame físico, eletroneuromiografia que é um exame para comprovar o grau de acometimento do nervo.

Tratamento: uso de tala, infiltração com corticoide, cirúrgico.

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Hiperpigmentação Pós Inflamatória

Hiperpigmentação Pós Inflamatória
É uma sequela que afeta a pele, causada por alguns processos como infecções, reações alérgicas, traumas físicos, queimaduras e outros.


A pele escurece formando manchas escuras, devido o processo inflamatório que altera a atividade dos melanócitos as células que produzem a melanina, pigmento que dá cor da pele. Os melanócitos aumentam a produção e a distribuição da melanina para as células da epiderme ou pode ocorrer também na derme que é a segunda camada da pele.

O tratamento é feito com o uso de substancias despigmentantes aplicadas na pele sob a forma de cremes, géis ou loções. Também pode ser feito Peelings superficiais para acelerar o processo. É muito importante utilizar o protetor solar principalmente durante o tratamento.